O SIC e o regresso das acções de rapto de activistas

Soube que os agentes do SIC e do SINSE, detiveram o Activista Cívico e defensor dos direitos humanos, Hitler Samussuku, por este ter gravado um vídeo dirigido ao Presidente João Lourenço, apelando a libertação imediata de Dito Dalí, (no caso, eu), preso há uns 8 dias atrás, na sala de julgamento do tribunal do Benfica, quando assistia o julgamento do Arante Kivuvu, Utukidi e José da Silva, acusados pelos crimes de injúrias e ofensas corporais contra o comandante da esquadra do distrito do Talatona e ex-membro dos HDA ( um grupo que se notabilizou em Luanda, com a prática de acções criminosas!).

Por VOC-Mbembu Buala

Indignado com o processo da acusação contra os activistas, Dito Dalí, viu-se obrigado a proferir palavras como, ” desde que os outros agentes da polícia subiram de patentes, por terem participados da operação gatuna que resultou na detenção 15+2, agora tornou-se moda prender activistas porque sabem que prender activistas cívicos lhes pode valer uma promoção de cargo ou aumento de mais uma estrela no ombro”.

Palavras essas que teriam deixado o suposto comandante e ex-membro do grupo criminoso HDA, Pedro Miranda, furioso… Por este motivo, Dito Dalí, foi sumariamente constituído arguido, julgado e condenado a pena única de 5 meses de prisão, com o pagamento de 60.000.00, de indeminização para os agentes da polícia (supostos ofendidos), 40.000.00, pra taxa de justiça, 35.000.00 da caução, e dinheiro pago pra outras merdas que já não me lembro mais.

Portanto, em gesto de solidariedade para com o Dito Dalí, seu companheiro de luta, Hitler Samussuku, num vídeo gravado por si, apelava ao Jlo que tomasse cuidado com as últimas detenções e julgamentos sumários contra os cidadãos que reivindicam os seus legítimos direitos no país e… também exigia a libertação do Activista Dito Dalí que se encontrava na altura detido a mando do comandante criminoso e HDA! Não nos resta mais dúvidas de que este seria o motivo que levou os agentes a deter e sequestrar o Activista e politólogo Hitler Samussuku.

Neste momento encontro-me na cidade do Luena, em companhia de Luaty Beirão, MCK e o Dr. Nelson Domingos António, por sinal minha terra natal e do Hitler Samussuku, que hoje (dia 11 de maio de 2019) se vai realizar à conferência Provincial sobre autarquias locais, a ter lugar num dos auditórios do monumento à paz, a partir das 09:30 minutos, e mais tarde por volta das 21 horas a apresentação do show do MCK e Luaty Beirão, no Cine-Luena.

Desta feita, em nome do povo angolano e do povo Lunda-Tchokwê, venho apelar ao presidente JLo que mande soltar imediatamente o Activista e politólogo Hitler Samussuku porque o Hitler não faz parte da lista dos “marimbondos” por caçar… não iremos permitir qualquer palhaçada Lourencista neste país, muito menos encenações ou manipulações políticas que visa desviar atenções de cidadãos dos assuntos mais importantes do país. Caso não o fazer dentro de dias, Jlo irá deparar-se com uma praga de manifestações junto do palácio presidencial.

Prender jovens sem qualquer fundamento jurídico-legal, é abuso de autoridade e constitui em crime, se Jlo quer realmente ver o seu governo comprometido e manchado, que continue a trilhar o mesmo caminho que trilhou o seu patrão e ditador José Eduardo dos Santos. Porque nós não iremos deixar que Jlo faça o que quiser connosco.

Liberdade já e agora! Quer ser ditador, escolhe um outro país porque aqui vais bater na rocha sr. Jlo.

Luena, 11 de Maio de 2019.

Texto de Dito Dali – Activista (15+2)

Fonte: Club-K

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.