RENAMO RECUSA RESULTADOS E PEDE NOVO ACTO ELEITORAL

O pedido foi apresentado em conferência de imprensa pelo secretário-geral do partido, André Magibire, na sede nacional da Renamo, em Maputo, alegando fraude no acto eleitoral a favor do partido no poder, a Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo). 

André Magibire remeteu detalhes sobre a decisão da Renamo para depois da reunião da Comissão Política Nacional agendada para segunda-feira. 

Na sexta-feira, o Movimento Democrático de Moçambique (MDM), terceiro partido parlamentar, anunciou que “não aceita os resultados” das eleições gerais de terça-feira, considerando-as “fraudulentas” e as “mais violentas da história do país”. 

Contagens paralelas de missões de observação eleitoral da sociedade civil moçambicana dão uma larga vantagem ao candidato e actual Presidente da República, Filipe Nyusi, e ao seu partido, Frelimo, no poder, na contagem de votos das sextas eleições gerais do país . 

Para o terceiro maior partido moçambicano, a votação foi caracterizada por enchentes de urnas a favor da Frelimo, violência contra delegados de candidaturas da oposição, proliferação de boletins pré-marcados, barramento de observadores eleitorais e aliciamento de membros das mesas de voto. 

Fonte: Lusa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.