TENSÃO NO AEROPORTO DE LUANDA PASSAGEIROS RECLAMAM POR TRATAMENTO DESIGUAL

BV

Tudo aconteceu na manhã desta quarta-feira, 18, na sala de espera do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda-Angola.

Para além do tratamento desigual, os passageiros da TAAG recusaram ainda cumprir a quarentena na Comuna de Calumbo-Luanda e segundo as autoridades os mesmos deverão cumprir a mesma em casa, durante 14 dias.

Em vários vídeos que circulam nas redes sociais, pode se observar à aflição dos passageiros que em coro gritavam “QUEREMOS SAIR DAQUI”.

Acompanhe o vídeo no link abaixo do nosso canal do youtube:

MBEMBU BUALA PRESS

O Jornalista Salú Gonçalves deu a cara numa denuncia pública em nome da maioria.

Há relatos de cidadãos que só foram atendidos por que não aguentaram as longas filas e horas de espera por fim ao cabo, forçando um atendimento de emergência.

Segundo ainda outros relatos, dão conta de que a filha do Ministro do Interior, Eugénio César Laborinho e de outros altos dirigentes dos órgãos de soberania de Angola,  terão sido privilegiados na hora do desembarque, e muitos alegam que os mesmos abandonaram as instalações do aeroporto sem o cumprimento das regras pré estabelecidas para o controle e prevenção do Covid-19 “coronavírus” na República de Angola.

E para que situações como estas não se venha a repetir num futuro breve, o governo angolano decidiu suspender todos os voos internacionais a partir de 20 de Março.

Copyright © 2020, MBEMBU BUALA PRESS. Todos direitos reservados

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.