Diáspora

HÁ DESPREZÍVEL HUMILHAÇÃO SOCIAL DOS FAZEDORES DE ARTES E CULTURA

Por Lubanzadyo Moema

Brasil – Atual situação de profundo desrespeito inacabável e habitual, praticada pela emissora Banda Tv responsável da telenovela , Muxima , faz perceber como relações de trabalho de natureza artística tem merecido procedentes de certa insensibilidade barata institucional, quer seja, em instituições públicas e privadas, que relegam muitos fazedores da Cultura e Artes há desprezível humilhação setorial.

Fonte: Club-k.net

Essa promoção de retrocesso tem como beneficiário exclusivo , quem a margem , da inércia do Ministério da Comunicação e do Ministério do Trabalho e Cultura, e do Ministério Público .

Tem Atropelado, direitos de natureza social, e direitos autorais e conexos , em favor da nítida figura do “Patrão-Instituição com poderes ilimitado ”, que tudo pode até mesmo usar do Loucate ou lockout , frustrando direitos e reivindicações , não aceitáveis em vezes nenhuma em qualquer País, ainda que fosse de Estado mínimo.

Desta pobreza política assistimos o pântano invisível do Ministério da Cultura que corrobora com ideia do “artista tutelado” refém das Galerias , Tvs , rádios, fundações, como garantes da equidade . Esquecendo sua função de “NÃO CONFORMAÇÃO COM SOCIAL INSTITUÍDO” , de criar e executar políticas culturais e artísticas, que contestam precariedades nos trabalhos e renuncias de direitos .

Tal desmonte crescente é devidamente espelhada na hostilização da atual “ministra da cultura ” para com os agentes culturais e artistas, fazendo perpetuador atos de pessoalidade administrativa na gestão da coisa coletiva. deformações e deteriorações dos espaços de pesquisa e prática artísticas. Em suma , desmobilização cultural e artística em longas duração, em nome de proveitos tão sólidos .

Obs: Conforme escrita brasileira .
Lubanzadyo Mpemba, Cineasta e artista multidisciplinar .