DE CABINDA A TIMOR-LESTE

O especialista em defesa e segurança, Luís Brás Bernardino, considera que o conflito de Cabinda é “um problema essencialmente africano” e que Portugal não se deve envolver, pois seria difícil manter a neutralidade. É caso para perguntar: Desde quando é que a neutralidade foi essencial, importante ou sequer algo a considerar por Portugal? O território de Cabinda, anexado por Angola e transformado em sua província … Continuar lendo DE CABINDA A TIMOR-LESTE

ORLANDO CASTRO RESPONDE A GEORGES CHIKOTI SOBRE AS TENSÕES EM CABINDA

CABINDA BOM É CABINDA MORTO O antigo chefe da diplomacia do MPLA, Georges Chikoti, afirma-se seguro de que o Governo de Angola sabe como lidar com as tensões em Cabinda, rejeitando que estas possam prejudicar a imagem do país como promotor de paz na região. É verdade. Sabe mesmo. E para isso usará a estratégia que tem praticado, com sucesso, nos últimos 45 anos: A … Continuar lendo ORLANDO CASTRO RESPONDE A GEORGES CHIKOTI SOBRE AS TENSÕES EM CABINDA

EM CABINDA FALAM AS ARMAS

A Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC) reivindicou a morte de três militares das Forças Armadas Angolanas (FAA), em confrontos naquele enclave, que provocaram ainda a morte de um dos seus militares e de dois civis. Em “comunicado de guerra”, tornado público hoje, a FLEC descreve que os confrontos aconteceram na manhã desta quinta-feira, 4 de Junho, na aldeia de Tando-Limbo, no eixo … Continuar lendo EM CABINDA FALAM AS ARMAS

ORLANDO CASTRO “CABINDA FOI ANEXADA À ANGOLA DE FORMA ATABALHOADA”

Memórias essas que também nos elucidaram que Orlando de Castro é defensor de causas antigas e duradouras como a questão do Direito à Autodeterminação do Povo de Cabinda que poderá se concretizar, segundo este, “por uma razão muito simples”, e tendo em conta “que se aplica à Cabinda como se aplica a nossa vida de uma forma geral, só é derrotado quem deixa de lutar. E eu não acredito que os Cabindas deixem de lutar e portanto eles vão ganhar essa causa quando é que não se sabe, desde logo porque ao nível do Direito Internacional Cabinda tinha o Estatuto, como sabes de Protectorado. No 25 de Abril foi anexada de uma forma um bocado atabalhoada à Angola e, passou a constituir uma província de Angola , fazendo lembrar Timor – Leste que também foi anexada e passou a ser uma província indonésia e depois deu no que deu”.

“E Cabinda tem ou os Cabindas têm a infelicidade de terem petróleo o que é complicado, todos nós sabemos que a grande percentagem de petróleo exportado por Angola vem de Cabinda, no entanto o povo de Cabinda que onde vão buscar o petróleo vive pior que em qualquer outra Província. E mesmo do ponto de vista mental, físico, linguístico os Cabindas são diferente dos angolanos, alias mesmo dentro de Angola há povos com características completamente diferentes e portanto eu contínuo a achar que de facto Cabinda não é Angola, e que mais cedo ou mais tarde essa realidade vai vingar”, conclui Orlando de Castro a visão que defende para Cabinda e os Cabindas.

Continuar lendo ORLANDO CASTRO “CABINDA FOI ANEXADA À ANGOLA DE FORMA ATABALHOADA”