A parasitocracia da Rússia em África II

É uma pura ironia que a Rússia e Angola, são a favor do respeito da soberania e contra a ingerência nos assuntos de outros estados, e que também são a favor do diálogo e da negociação pacífica em detrimento do uso ou ameaça da força como forma de resolução de conflitos. Tendo em conta que os dois convergiram para à ocupação do território de Cabinda, com o apoio da ditadura comunista cubana.