Reação da ADCDH sobre os confrontos entre a FLEC FAC e as FAA, em Cabinda

“ Nota de repúdio”

Associação para Desenvolvimento da Cultura dos Direitos Humanos, vem por esta via, condenar o conflito entre FAA-Forças Armadas Angolanas e a FLEC FAC no qual vitimou 12 elementos. entre eles angolanos e cabindenses fruto da falta de vontade política e de abertura pra o diálogo inclusivo e sério pra pôr termo ao conflito político militar em Cabinda.

Nós, na qualidade defensores dos direito humanos, condenamos veementemente este conflito que tem estado cruelmente a ceifar vida de pessoas inocentes.

Pelo que pedimos ao governo angolano, que optasse aos principais internacionais consagrados na carta universal sobre o direto a autodeterminação de um povo!

Viva Cabinda!!!

“Repudiation Note”

Association for the development of the culture of human rights, comes through this way, condemning the conflict between FAA-Angolan armed forces and the Flec FAC in which has taken 12 lives. Among them Angolans and cabindans, in consequence of the lack of political will and openness to the inclusive and serious dialogue to put an end to the military and political conflict in Cabinda.

We, in the quality of human rights defenders, strongly condemn this conflict which has been cruelly harvesting the lives of innocent people.

We ask the Angolan Government to opt for the principals of international enshrined in the Universal charter for the right of self-determination of a people!

Viva Cabinda!!!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.