SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA DO ESTADO ANGOLANO APERTAM O CERCO AOS INDEPENDENTISTAS DE CABINDA

Fontes bem posicionadas, junto dos Serviços de Inteligência Angolano, alertaram – nos sobre o redobrar das “Medidas Operativas” por parte da bófia angolana ( SINSE, SISM e SIE), incluindo os outros órgãos do Conselho de Segurança Nacional, aos indivíduos conotados na defesa da Causa de Cabinda, principalmente, os da Nova geração( caracterizada como esclarecida, com fortes indícios de se radicalizar).

Receando tal acontecimento ( a radicalização dos jovens independentistas de Cabinda), muito activa no universo das redes sociais, os órgãos de segurança do estado angolano, apertaram o cerco na vigilância da juventude independentista Cabindesa, principalmente aos seus mentores, impulsionadores e líderes que têm despertado muitos jovens sobre a necessidade de se continuar à lutar pela Autodeterminação do povo de Cabinda e bem como da sua Independência total.

A vigilância e monotorização aos mesmos é realizada, por meio de “Técnicas operativas especializadas”, vulgo OV. Os oficiais operativos (O/O) da segurança angolana, procedem as sua actividades, junto dos locais de residência, de lazer, junto das instituições religiosas, nas instituições de ensino, junto das instituições laborais, no seio familiar e muito recentemente à actividade operativa foi alargada no interior do território de Cabinda, principalmente no perímetro das fronteiras de Cabinda com os dois Congos, fruto não só da instabilidade na RDC, mas tendo em conta a intensificação das acções políticas, diplomáticas e militares por parte da FLEC – FAC, ultimamente, acções que têm incomodado, os oficiais superiores dos serviços de Inteligência e bem como as autoridades do regime autoritário de Angola ( liderado pelo MPLA).

As nossas fontes vão mais longe, ao nos revelarem o tipo de “Medidas Operativas”, que estão a ser implementadas pela a segurança de estado de Angola para neutralizar as acções da Juventude independentista cabindense, que são de extrema perigosidade, onde se incluem:

Raptos, execuções sumárias, envenenamento (em alguns casos, são recrutados familiares para o a implementação desta tarefa), assassinatos ( com a simulação de assaltos a mão armada), julgamentos políticos, detenções, prisões arbitrarias, sentenças judiciais ( com provas forjadas), espionagem eletrónica ( que incluem; escutas telefónicas, acesso ao correio eletrónico, bloqueio de contas nas redes sociais, ameaças de morte via telefónica – com chamadas não identificadas), recrutamento de familiares e amigos próximos, perseguição, suborno aos Mídias e jornalistas para a censura e destorção dos factos sobre a luta independentista Cabindense, continuação da criação de grupos, entidades ou movimentos defensores da Causa Cabinda (pro governo angolano) para agravar ainda mais desunião efémera entre os Independentistas Cabindenses e a monitorização permanente dos Cabindas inseridos nas instituições públicas e privadas ( membros do executivo, oficiais superiores das forças armadas, da polícia nacional, oficiais operativos dos Serviços de inteligência, Deputados e principalmente os cabindas que trabalham no sector petrolífero.

Neste sentido as nossas fontes, alertam aos Cabindenses envolvidos, com a causa independentista de Cabinda, a redobrarem esforços para a implementação de contra medidas, para fazer face às Medidas Operativas dos serviços de inteligência do estado angolano, tendo em conta o perigo em que estão expostos, e tendo em conta que nunca se saberá quando e onde, os serviços de inteligência de Angola, os poderão intercetar, uma vez todos serem alvos em movimento.

  •   

2 comentários sobre “SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA DO ESTADO ANGOLANO APERTAM O CERCO AOS INDEPENDENTISTAS DE CABINDA

  1. Deus não permitirá que todos morramos sem a nossa causa triunfar. Cabinda vai ser independente, quer os angolanos queiram, quer não queiram. Ninguém pode continuar a privar a liberdade a um povo. Se Deus existe, então agirá à nosso favor.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.