FORÇAS ARMADAS ANGOLANAS ACUSADAS DE ACTOS DESUMANOS NAS MATAS DO CONGO BRAZZAVILLE

FORÇAS ARMADAS ANGOLANAS ACUSADAS DE ACTOS DESUMANOS NAS MATAS DO CONGO BRAZZAVILLE

Mulheres congolesas na área de Kimongo e mais precisamente na aldeia Ilou- Panga na vila de Niari, na aldeia fronteiriça de Tsanga em Cabinda, são vítimas de tratamento desumano por parte das Forças Armadas Angolanas, segundo a imprensa local.

Um número considarável de habitantes denunciam os abusos continuados cometidos pelos militares angolanos entre violações, torturas, detenções arbitrárias, assassinatos, etc, etc.

A população de Niari acusa ainda as Forças Armadas Angolanas de deterem um grupo de catorze caçadores congoleses na floresta e terem feito vários disparos e que acabou vitimando mortalmente um dos caçadores muito recentemente.

Muitas vítimas de violação estão progressivamente quebrando o silêncio, uma vez que os militares angolanos aproveitam-se das senhoras nas suas lavras e que pretenderem carregar telefones, uma vez que vivem nas matas fronteiriças entre Cabinda e Niari, Congo-Brazzaville sob protesto de estarem a procura dos militares da FLEC- FAC.

Fonte: Cabinda Flec Fac

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.