COMPOSIÇÃO DA NOVA DIRECÇÃO POLÍTCA DO MIC

Segundo uma nota chegada a nossa mesa de redação, que alude o comunicado do colectivo do Bureau Político do MIC, sobre a composição da nova direcção desta jovem organização política de Cabinda, tendo em conta os resultados saídos do I Congresso Extraordinário, realizado no pretérito dia 28 de Julho do ano corrente.

Mas vale recordar que esta transformação é o resultado da “Crise Política” que se instalou no seio do Movimento Independentistas de Cabinda-MIC, que foi ultrapassado prontamente, com o nascimento de uma outra força política em Cabinda.

EIS A COMPOSIÇÃO DA NOVA DIRECÇÃO DO MIC:

a) Carlos Manuel Cumba Vemba – Presidente do MIC;

b) Filipe Macaia Luemba – Secretário-Geral;

c) José Pedro Buanga Diogo – Secretário- Geral Adjunto;

d) António Marcos Soqui – Chefe do Gabinete Presidencial;

e) Alberto Puna Buzi Cibi – Secretário para Formação Política e Ideológica;

f) André Bucoio Sungo – Secretário para Organização e Mobilização;

g) Sebastião Macaia Bungo – Secretário para Informação e Comunicação;

h) Geraldo Ngaca Nduli – Porta-Voz;

i) Victor Qumbacala Tsingana – Secretário para Disciplina e Ética;

j) Sebastião Alexandre Buio – Secretário para Direitos Humanos;

k) Marcos Futi Jacob – Secretário para Finanças e Património;

l) Pedro Massiala Conde – Secretário para Organização de Eventos.

Integram ainda o Colectivo do Bureau Político do MIC, os seguintes membros;

a) Alfredo Duda;

b) José Massiala Bungo;

c) Raimundo Gomes.

Membros do Comité Central – Órgão intermédio;

a) António Victor Tuma – Secretário-Adjunto para Informação e Comunicação;

b) Nicolau Panzo Zau – Secretário-Adjunto para Formação Política e Ideológica;

c) João Ngoio Dibandi – Secretário-Adjunto para Organização e Mobilização;

d) José Caposso – Secretário-Adjunto para Disciplina e Ética;

e) Rafael Malonda Bumba – Secretário-Adjunto para Finanças e Património;

f) Jorge Gringo Alfredo – Secretário-Adjunto para Direitos Humanos;

g) Rúben Mavungo Domingos – Secretário-Adjunto para Organização de Eventos;

h) Alexandre Bambi Dunge;

i) José Maria Santos;

j) Paulo de Fátima Ngoma;

k) Maurício Vange Ledi

Auguramos que haja paz e unidade, na diversidade entre as duas organizações políticas, tendo em conta que o grande objectivo é o de libertar o território de Cabinda das masmorras do MPLA.

Texto de Baveka Mayala 

© 2019 A VOZ DE CABINDA – MBEMBU BUALA, PELA VERDADE E JUSTIÇA – CABINDA ACIMA DE TUDO E DE TODOS

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.