O POVO DE TALI-SUMBI, CONTINUA A GRITAR POR AJUDA DEVIDO OS EFEITOS NEGATIVOS DA EXPLORAÇÃO PETROLÍFERA NESTA REGIÃO DE CABINDA.

A denúncia é da Associação para Desenvolvimento da Cultura dos Direitos – ADCDH, tornada pública em Novembro do ano passado.

E, A VOZ DE CABINDA – MBEMBU BUALA, apurou que até a presente data as autoridades locais não tomaram providências para minimizar o sofrimento das populações de Tali-Sumbi que continuam a clamar por ajuda.

Após a denuncia da ADCDH, a imprensa pública local, constatou a realidade “in loco” e, de lá pra ca, a situação continua na mesma.

Aqui fica um repto as autoridades locais, em especial ao governador Marcos Alexandre Nhunga, que recentemente afirmou que foi enviado à Cabinda não para resolver os problemas dos membros do governo (MPLA), mais sim os problemas das populações de Cabinda, oiça o resumo da  intervenção do governador na reunião deste com as autoridades tradicionais:

“Eu tal como disse ontem, venho para Cabinda para servir o povo de Cabinda, e todos aqueles que habitam ca em Cabinda”. “Mas rigorosamente todos, todos nós temos que ao seu nível e no seu lugar, lutar para que (…) Cabinda seja um lugar bom para se viver (…)”. “Quero que me considerem e me tomem como vosso servidor, servidor de todo povo de Cabinda, de Miconje ao Yema, Massabi e Zenze Lucula”. MINU BAFIDICI PARA KU ZORVA MAMBO MA BUALA, NZUDANU.

SENHOR GOVERNADOR, COMO AUTOPROCLAMOU-SE SERVIDOR DO POVO DE CABINDA,  EIS UMA SOBERANA OPORTUNIDADE PARA COMEÇAR A RESOLVER OS PROBLEMAS DO POVO DE CABINDA, APESAR DE SEREM MUITOS! E JÁ QUE SOLICITOU AJUDA, AQUI VAI A NOSSA.  

ÍNTEGRA DA DENUNCIA DA ADCDH

OS EFEITOS DA EXPLORAÇÃO DO PETRÓLEO NAS ALDEIAS CIRCUNVIZINHAS DE SÃO VICENTE (EM ESPECIAL ALDEIA DE TALI-SUMBI)

A exploração do petróleo na localidade de São Vicente pela empresa PLUSPETROL que teve início em 2012, trouxe várias consequências para os moradores da aldeia dd TALI-SUMBI, conforme abaixo descrevemos:

 1° No princípio do ano 2012 quando os Engenheiros perfuravam poços para as Sondagens, usaram dinamites e a quando da explosão provocou tremores na aldeia inclusive, provocando deficiência visual a uma criança na altura de 6 anos de idade de nome Mateus, filho de João Mateus e de Maria de Fátima Tati Busi.

A vegetação também não foi poupada, e muitas plantas correm o risco de extinção como por exemplo; Laranjeiras, tangerineiras, bananeiras, Mandioqueiras e etc. 

 2° Água Potável 

Em 2009, o Governo Provincial havia construído um sistema de perfuração e um tanque reservatório com capacidade de 40mil litros para abastecer 3 aldeias. Todavia, em 2015 o mesmo sistema foi vandalizado por indivíduos até agora não identificados. O Governo Local, por duas vezes enviou uma equipe de investigação e da última vez foi no ano 2017, até agora, a situação não foi esclarecida e nem se quer o problema foi resolvido. Os Habitantes da Aldeia de Tali, neste momento consomem água proveniente de uma chana designado “Myanha” que é imprópria para o consumo humano. 

 3° Educação na Aldeia 

 Existe uma Escola Primária com 2 salas de aula e funciona em 2 turnos (manhã e tarde) da Iniciação à 6a Classe. A escola está em mau estado técnico, apresenta falta de tudo um pouco. 

 4° As vias de comunicação 

A via que liga a aldeia e a cidade, sendo a mesma que passa de Zôngolo, Tchinzaze, Tendequele vai até ao Ntó, não está asfaltada é  terra batida. A mesma via, coloca em risco a vida da população local, devido ao surgimento de enormes Ravinas ao longo do seu percurso. Uma questão que já perdura desde o tempo colonial e a aldeia de Tali, tendo em conta, à gravidade dos problemas que á comunidade enfrenta, a região já recebeu visitas de vários governadores que passaram por Cabinda incluindo o catual (Laborinho), mas nada foi resolvido entre várias dificuldades que aflingem o povo de Tali-Sumbe.

Tali-Sumbe é uma aldeia localizada no município Sede de Cabinda, fica a 16 quilometros da cidade Capital de Cabinda, com uma população de 200 habitantes.

Em Anexo, Imagens da Aldeia de Tali-Sumbi.

Texto de José Kabangu 

© 2019 A VOZ DE CABINDA – MBEMBU BUALA, PELA VERDADE E JUSTIÇA – CABINDA ACIMA DE TUDO E DE TODOS

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.