Angola regista queda nas exportações de petróleo para a China

No total, a China comprou 2,9 milhões de toneladas de crude a Angola, em julho, colocando o país africano como o sexto principal fornecedor da potência asiática. Os dados são de um relatório da consultora especializada no mercado energético S&P Global Platts com base nas informações das alfândegas chinesas e fontes da indústria.

Angola ocupava, tradicionalmente, os três primeiros lugares, alternando com a Rússia e Arábia Saudita, entre os principais fornecedores de petróleo para a China. Arábia Saudita e a Rússia permanecem como os dois maiores fornecedores, seguidas pelo Iraque, Kuwait e Omã.

No conjunto, as exportações de petróleo dos países africanos para a China afundaram em julho 41,5%, em comparação com o mesmo mês no ano passado. As importações totais de petróleo bruto do país asiático caíram 5,6%, para 301,83 milhões de toneladas, entre janeiro e julho.

Os analistas preveem que as exportações de crude do continente africano para a China continuem a diminuir drasticamente no terceiro trimestre, devido à desaceleração da produção nas refinarias chinesas, enquanto muitas refinarias privadas do país enfrentam escassez de disponibilidade de quotas de importação de petróleo.

As refinarias chinesas fora do setor estatal importaram cerca de 7,92 milhões de toneladas de petróleo angolano, entre janeiro e julho, compondo a cerca de 34% das compras da China ao país africano.

No entanto, a disponibilidade de quotas de importação das refinarias privadas caiu para cerca de 40 milhões de toneladas, de agosto em diante, em comparação com cerca de 95,72 milhões de toneladas nos primeiros sete meses, revelam os dados da Platts.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.