Autoridades acusadas de corrupção no Kongo Central

Na República Democrática do Congo (RDC), foi suspenso no dia 06 deste mês o governador da província do Kongo Central, Atou Matubuana por alegado envolvimento num escândalo de corrupção segundo à acusação da Inspecção Geral das Fianças da RDC que o acusa de ter desviado cerca de (05) cinco milhões de dólares norte-americanos nada mais que dez milhões de francos congoleses, verbas que estavam destinadas para a administração pública (forças armadas, justiça e segurança interna).

Quatro de seus colaborados também foram arrolados no processo que agora deverá ser remetido as autoridades judiciais para julgamento e enquanto isso Atou está proibido de se ausentar do país.

Interinamente a província passa a ser dirigida por Justin Luemba Maloso, vice-governador que desde ontem passou a frente dos destinos da aquela grande região da RDC.

Num outro processo a Inspecção Geral das Fianças, acusou igualmente André Lite, ex-ministro dos direitos humanos por tentativa de desvios de fundos. Lite já negou às acusações das autoridades financeiras e disse estar pronto para enfrentar a justiça.

Por Norberito Makosso, correspondente Mbembu Buala (Voz de Cabinda) na RDC

Foto créditos wikipedia

#Mbembubualapress

COPYRIGHT©MBEMBU BUALA PRESS 2021 TODOS DIREITOS RESERVADOS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.