FERNANDO VUMBY APELA PARA O FIM DA GUERRA EM CABINDA

MAS ESTES TIPOS DO MPLA NÃO DÃO CONTA DE QUE É HORA DE UMA DISCUSSÃO SEM TRUQUES PARA SE ACABAR COM A GUERRA EM CABINDA? Ou vão mesmo continuar apostando no trungungo, força das armas, truques e compra de mentes ibinda/fiote? Creio não ser a melhor forma de se resolver a situação de Cabinda este velho truque que o MPLA tem de ser ele mesmo … Continuar lendo FERNANDO VUMBY APELA PARA O FIM DA GUERRA EM CABINDA

OPINIÃO DO DR RAUL TATI SOBRE O COMBATE A CORRUPÇÃO E IMPUNIDADE

A ORQUESTRA DESAFINADA DO COMBATE À CORRUPÇÃO E À IMPUNIDADE CONTA COM O APOIO DO PARLAMENTO (?) Na última reunião plenária ordinária, a oitava da presente sessão da IV Legislatura da Assembleia Nacional, que teve lugar a 20 de Maio do corrente ano, estava inscrito como primeiro ponto da ordem do dia a ´´Movimentação dos Deputados´´. À luz dos procedimentos regimentais da Assembleia Nacional é … Continuar lendo OPINIÃO DO DR RAUL TATI SOBRE O COMBATE A CORRUPÇÃO E IMPUNIDADE

GOVERNO NÃO APRENDE OPINIÃO DE JOSÉ MARCOS MAVUNGO

Já foi votada a nova lei que se inscreve no Plano de Reconciliação em Memória das Vítimas dos Conflitos Políticos. Mas o regime não se deixa ensinar pelos tumultos da história destes últimos 45 anos e criar as condições de reconciliação. Talvez o executivo devesse ouvir Nelson Mandela. Por José Marcos Mavungo (*) Esta quinta-feira, 21 de Maio, os deputados angolanos votaram a Lei do … Continuar lendo GOVERNO NÃO APRENDE OPINIÃO DE JOSÉ MARCOS MAVUNGO

AS REVELAÇÕES DO GENERAL ZÉ MARIA NO ÂMBITO ENDEUSAMENTO DE JES

Já tenho o áudio do ano de 2019. A minha escolha recaíu sobre as declarações/revelações feitas no Tribunal pelo General José Maria relativamente aos acontecimentos militares ocorridos no Cuito Cuanavale entre 87/88. Desde o início do “projecto Triângulo do Tumpo” agora assumido publicamente por Zé Maria, que eu estava convencido que a intensiva exploração político-mediática da tal batalha, após mais de 20 anos de completo … Continuar lendo AS REVELAÇÕES DO GENERAL ZÉ MARIA NO ÂMBITO ENDEUSAMENTO DE JES

O TRIUNFALISMO DO ACTIVISMO NA ERA DOS ‘QUASE-CIDADÃOS’ EM ÁFRICA

Perante o triunfalismo do activismo no século XXI, impõe-se a seguinte reflexão: teremos de ser todos activistas para podermos exercer os nossos direitos em África? Observa-se, nesta era, e na realidade africana com maior intensidade, o fim do estatuto jurídico do cidadão, porque possuir tal estatuto não garante, por exemplo, aos africanos o gozo de direitos de forma efectiva. Por isso, estamos perante um quase-cidadão que está … Continuar lendo O TRIUNFALISMO DO ACTIVISMO NA ERA DOS ‘QUASE-CIDADÃOS’ EM ÁFRICA