ORLANDO CASTRO “CABINDA FOI ANEXADA À ANGOLA DE FORMA ATABALHOADA”

Memórias essas que também nos elucidaram que Orlando de Castro é defensor de causas antigas e duradouras como a questão do Direito à Autodeterminação do Povo de Cabinda que poderá se concretizar, segundo este, “por uma razão muito simples”, e tendo em conta “que se aplica à Cabinda como se aplica a nossa vida de uma forma geral, só é derrotado quem deixa de lutar. E eu não acredito que os Cabindas deixem de lutar e portanto eles vão ganhar essa causa quando é que não se sabe, desde logo porque ao nível do Direito Internacional Cabinda tinha o Estatuto, como sabes de Protectorado. No 25 de Abril foi anexada de uma forma um bocado atabalhoada à Angola e, passou a constituir uma província de Angola , fazendo lembrar Timor – Leste que também foi anexada e passou a ser uma província indonésia e depois deu no que deu”.

“E Cabinda tem ou os Cabindas têm a infelicidade de terem petróleo o que é complicado, todos nós sabemos que a grande percentagem de petróleo exportado por Angola vem de Cabinda, no entanto o povo de Cabinda que onde vão buscar o petróleo vive pior que em qualquer outra Província. E mesmo do ponto de vista mental, físico, linguístico os Cabindas são diferente dos angolanos, alias mesmo dentro de Angola há povos com características completamente diferentes e portanto eu contínuo a achar que de facto Cabinda não é Angola, e que mais cedo ou mais tarde essa realidade vai vingar”, conclui Orlando de Castro a visão que defende para Cabinda e os Cabindas.

1 2 3 4 5 6