FLEC FAC ANUNCIA MORTE DE 12 PESSOAS EM CONFRONTOS NO MASSABI EM CABINDA

A Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC) anunciou hoje a morte de quatro militares das Forças Armadas Angolanas, em confrontos naquele enclave, que provocaram ainda a morte de seis civis e dois dos seus combatentes.

Num designado “comunicado de guerra”, assinado pelo general de brigada e porta-voz do Estado-Maior-General das Forças Armadas Cabindesas (FAC), António do Rosário, a FLEC informou que os confrontos aconteceram na noite de terça-feira, na vila de Chivovo, região de Massabi.

Segundo a mesma informação, os incidentes ocorreram “devido a provocação do Exército angolano que violou o cessar-fogo recentemente decretado no território de Cabinda”.

A FLEC, através do seu “braço armado”, as FAC, luta pela independência no território alegando que o enclave era um protetorado português, tal como ficou estabelecido no Tratado de Simulambuco, assinado em 1885, e não parte integrante do território angolano.

Criada em 1963, a organização independentista dividiu-se e multiplicou-se em diferentes fações, efémeras, com a FLEC/FAC a manter-se como o único movimento que alega manter uma “resistência armada” contra a administração de Luanda.

Via lusa, com outras plataformas

MBEMBU BUALA PRESS (A VOZ DE CABINDA)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.