FERNANDO VUMBY APELA PARA O FIM DA GUERRA EM CABINDA

MAS ESTES TIPOS DO MPLA NÃO DÃO CONTA DE QUE É HORA DE UMA DISCUSSÃO SEM TRUQUES

PARA SE ACABAR COM A GUERRA EM CABINDA?

Ou vão mesmo continuar apostando no trungungo, força das armas, truques e compra de mentes ibinda/fiote?

Creio não ser a melhor forma de se resolver a situação de Cabinda este velho truque que o MPLA tem de ser ele mesmo a fabricar.

Os seus simulados de (inimigos) opositores, para depois assentar-se com eles à mesa e negociar com eles um suposto acordo de paz envenenado com tem sido até agora.

Onde para não se negociar com os verdadeiros nacionalistas engajados na libertação do enclave daqueles que eles consideram de forças de ocupação.

Até indivíduos que nunca tiveram nada com a luta naquele enclave ou seja qualquer ligação com a FLEC , apenas por serem naturais de Cabinda.

Foram recrutados até mesmo no estrangeiro e oferecidos cargos em embaixadas e não só, simulando como parte de cabindas contentes e dispostos à obedecerem as ordens e condições impostas por Luanda.

O MPLA já deveria perceber que deste jeito não terá nunca paz naquela região, que a geografia mostra para uns como parte de Angola e para outros em como não tendo nada haver com Angola .

E que também nem mesmo continuando à lançar bombas nas matas densas do Maiombe alegando na perseguição aos FLEC.

Que até agora já mataram mais civis, velhos e velhas agricultores, do que militares daquele grupo reconhecido agora pela ONU como uma espécie de movimento de libertação.

O MPLA precisa ter muito cuidado pois existe um número já muito elevado de civis mortos até agora na suposta perseguição aos homens da FLEC.

E como nem todos andam dormindo acordados isto pode merecer qualquer dia especial atenção por parte das instituições internacionais.

Assim como a presença de um número elevado de presos políticos no enclave, este regime sob gestão do MPLA de entre tantas dificuldades que tem tido uma delas é.

O nunca saber optar pelo caminho da não violência, porque se habituou à agir com trungungo usando e abusando da força das suas armas em quase todas as situações.

Será que os seus métodos usados até agora naquela região lhes levarão à lado algum?

Se me fizessem essa pergunta eu responderia dizendo que não.

POIS PARA ALÉM DE CONHECER CABINDA, CONHEÇO A DETERMINAÇÃO DO SEU POVO.

Assim como a própria história que já nos mostrou de que é uma forma errada se tentar acabar uma guerra daquelas que já dura dezenas de anos com guerra.

Fórum Livre Opinião & Justiça

Texto de Fernando Vumby

Um comentário sobre “FERNANDO VUMBY APELA PARA O FIM DA GUERRA EM CABINDA

  1. Le gouvernement Angolais doit accepter un dialogue politique franc avec le FLEC pour sortir de ce conflit. Un référendum d’autodétermination est nécessaire pour que le peuple de cabinda puisse décider de son avenir. La force n’est pas une solution, elle radicalise les positions adverses ce qui naturellement conduira naturellement à l’humiliation de l’Angola.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.