TUMULTOS EM CABINDA DEVIDO À DETENÇÃO DOS EX-MILITARES DA FLEC

Após as detenções ilegais realizadas pelas forças de defesa e segurança de Angola-FDSA, a um grupo de ex-militares da Frente de Libertação do Enclave de Cabinda – FLEC na localidade do Yabi no município de Cabinda.

Detidos por terem tentado realizar uma reunião, com o principal objectivo de analisarem como poderiam reclamar junto das autoridades angolanas que 14 anos depois se furtam em cumprir na íntegra os acordos assinados com Bento Bembe. Apurou-se ainda que os detidos planeavam a realização de uma Mega manifestação para exigirem o cumprimento dos seus direitos.

Em consequência destas detenções, muitos ex-militares da Flec, familiares, amigos e povo em geral se deslocaram hoje “21.07.20” na sede do Serviço de Investigação Criminal (vulgo SIC na Nissan) para exigir à libertação do grupo dos ex-militares da FLEC que lá se encontram detidos.

Ouviu-se de alto e bom som do povo de Cabinda que a fluíram ao centro da cidade:

OU LIBERTAM OS NOSSOS IRMÃOS!

OU NOS PRENDEM TODOS!

OU NOS MATAM TODOS!

Com a chegada das forças de defesa e segurança de Angola “FDSA” no local se instalou o pânico e começaram os tumultos. Neste preciso momento regista-se uma perseguição aos Cabindenses que se manifestavam na sede do SIC, tendo ainda que as FDSA cercaram os pontos de entra e saída do centro da cidade de Tchiowa.

Texto de Magaliza Zola

COPYRIGHT © 2020.MBEMBU BUALA PRESS (A VOZ DE CABINDA).TODOS DIREITOS RESERVADOS

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.