OFICIAIS DAS FORÇAS ARMADAS ANGOLANAS (FAA) ACUSADOS DE ASSASSINATO EM CABINDA


Pelos familiares do malogrado que em vida respondia pelo nome de Romeu Tchimbagela António, nascido aos 04/08/1984, natural de Cabinda, filho de Simão António.

O incidente teve lugar recentemente no bairro Cabassango, onde a vítima e os supostos autores do crime residem. Segundo a nossa fonte, o autor principal (oficial das Faa), acusou o malogrado de ter efetuado um assalto em sua residência, dai que solicitou ajuda ao autor secundário (também oficial das Faa) para a resolução do problema que infelizmente culminou em justiça pelos próprios meios.

#Mbembubualapress

Os supostos autores do crime deslocaram-se na praia dos pescadores local onde o malogrado trabalhava e obrigaram-no à acompaha-los até a casa do suposto autor principal, postos lá Romeu António foi submetido a várias formas de tortura e, nem se quer os familiares destes foram avisados uma vez que são vizinhos. Após à tortura e violência sem precedente, Romeu foi levado para o São Vicente, onde foi encontrado sem vida. 

Segundo a família, Romeu António era pedreiro de profissão, mas desde de 2014 que se dedicava a pesca como principal meio de sustento. 

No todo três pessoas participaram na acção que vitimou Romeu António e, a Mbembu Buala sabe que o principal suspeito já se encontra detido no SIC em Cabinda.

Que à Justiça seja feita! 

Texto de Magaliza Zola 

#Mbembubualapress

COPYRIGHT MBEMBU BUALA PRESS 2020 TODOS DIREITOS RESERVADOS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.