APELO DO MNC EM NOME DE CABINDA AO PRESIDENTE DE ANGOLA

Louvamos a iniciativa do Movimento Nacional Cabinda(MNC), representado pelo ilustre Bartolomeu Capita que nos demonstra sentimentos profundos enraizados na alma dos Cabindas na continuação da defesa da sua identidade e ao seu direito legitimo à Autodeterminação, com recurso a meios pacíficos.

Antes da leitura integral da missiva, leia a breve introdução do representante do MNC e, ressaltar que a versão primaria se encontra disponível em formato digital (https://cabindapeoplesvoicehome.files.wordpress.com/2020/04/apelo-cabinda-ao-presidente-de-angola.pdf), sendo que poderá observar algumas alterações no seu formato e não no conteúdo.
Por Mbembu Buala Press ( A Voz de Cabinda)

Continuar lendo APELO DO MNC EM NOME DE CABINDA AO PRESIDENTE DE ANGOLA

AULA MAGNA SOBRE OS DIREITOS HUMANOS EM ANGOLA COM O DR. ARÃO BULA TEMPO

O Dr. Arão Bula Tempo, participou recentemente como prelector do II Ciclo de debates e palestras, organizada pela associação de estudantes da Faculdade de Direito da Universidade 11 de Novembro em Cabinda no pretérito dia 01/11 do corrente ano.


Onde teve à oportunidade de dissertar sobre OS DIREITOS HUMANOS EM ANGOLA NA SUA VERTENTE PRÁTICA E AS CONSEQUÊNCIAS DA SUA VIOLAÇÃO.


Sessão que contou com a moderação de João Maria Nzango, acompanhe abaixo no link do vídeo produzido pela A Voz de Cabinda Mbembu BUALA sobre o evento, com a inclusão da música motivos da revolução de Mc Massonama-Apontamento.

Continuar lendo “AULA MAGNA SOBRE OS DIREITOS HUMANOS EM ANGOLA COM O DR. ARÃO BULA TEMPO”

RECONHECIMENTO JURÍDICO DO “ESTADO DE CABINDA” SEGUNDO O DIREITO INTERNACIONAL

De acordo com o Direito internacional, antes e após o estabelecimento de um protetorado internacional, i.e. ratificado por várias nações, o Estado protegido é Estado no Direito internacional e é sujeito a esta ordem jurídica. Além disso, o direito internacional sustenta que um Estado não deixa de existir como uma entidade jurídica, mesmo se todo o seu território é totalmente ocupado pelo inimigo. Segundo ainda … Continuar lendo RECONHECIMENTO JURÍDICO DO “ESTADO DE CABINDA” SEGUNDO O DIREITO INTERNACIONAL

Cabinda: The German International Responsibility

Main Foto: MNC Author: Bartolomeu Capita Joint-Presidency, Cabindan National Movement The invasion and unlawful occupation of Cabinda by “Angola” in 1974/75 is actually the result of the long-standing imperialistic rivalry between France and Germany. Germany is called upon to assume her international responsibility under Article 35 of the Charter of the United Nations, in order to put an end to the political repression, economic exploitation, … Continuar lendo Cabinda: The German International Responsibility

PELO FACTO DE ANGOLA NÃO SER UM PAÍS MADURO, O SEU APOIO A MADURO NÃO PODE SER SENÃO INFANTIL

O Movimento Nacional Cabinda (MNC), para além de pugnar pela recuperação da soberania cultural, económica e política Cabinda, tem a vocação de ser berço do futuro Centro Nacional de Investigações Científicas, uma vez Cabinda independente. Continuar lendo PELO FACTO DE ANGOLA NÃO SER UM PAÍS MADURO, O SEU APOIO A MADURO NÃO PODE SER SENÃO INFANTIL