MPLA “GOVERNO ANGOLANO” INSERE NO OGE DE 2020, 15 PROJETOS JÁ EXECUTADOS EM CABINDA

A máscara das autoridades angolanas caiu por terra, com esta tentativa, sabe-se lá há quantos anos andamos nessa geringonça contra o território de Cabinda!

Pois, estratégias do género têm como principal objetivo travar o desenvolvimento de Cabinda em benéfico das elites corruptas do MPLA partes do governo angolano, a quem se destina grande parte dos parcos recursos financeiros que lhe são destinados apesar das suas imensuráveis riquezas naturais que continuam à sustentar Angola e à máquina corrupta do MPLA.

Aos valentes filhos de Cabinda (deputados), queiram receber os nossos agradecimentos por este grande serviço prestado à Pátria Imortal Cabinda que tarde ou cedo recuperará à sua soberania para que o nosso povo possa viver em paz, com dignidade e livre de qualquer tipo de colonização.

Por AVC-MBEMBU BUALA

Quinze projectos ligados aos sectores da construção, educação e saúde, da província de Cabinda, com orçamento total de dois mil milhões, 233 milhões, 476 mil e 735 kwanzas serão excluídos do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2020, pelo facto de terem sido já executados.

A “falha” foi detectada pelos deputados do ciclo provincial de Cabinda, que apresentaram tal preocupação nesta segunda-feira, durante o encontro de trabalho da Comissão de Economia e Finanças da Assembleia Nacional (AN) que reuniu parte da Equipa Económica e governadores provinciais, no âmbito da discussão e aprovação da proposta do OGE 2020.

Entre os projectos já concluídos e que constavam no OGE 2020 estão a reabilitação da sala de conferências de Simulambuco, o edifício da delegação provincial da Justiça e Direitos Humanos, ressecagem e reparação da drenagem junto ao Largo da Administração Municipal, da Loja de Registos de Cabinda e da placa de cobertura do edifício do governo provincial de Cabinda.

Consta ainda na lista as infra-estruturas já concluídas do município de Cacongo, como a reabilitação do centro emissor provincial de Cabinda da Rádio Nacional de Angola e do escoramento da estrutura do edifício secular de Lândana.

A nível do governo provincial estavam contemplados projectos já concluídos, como a requalificação de zonas degradadas do casco urbano e zonas periféricas da cidade de Cabinda, o campo de futebol da Faculdade de Medicina, construção e apetrechamento da escola T12 do Chiweca (fase2), pavimentação da via Amílcar Cabral/Antigo mercado do Gika, reabilitação da via de acesso ao Campo Gimnodesportivo do Multiusos do Mbaca, bem como a recuperação e apetrechamento do centro de saúde do Chiweca.

Face a esta irregularidade, os deputados daquela província solicitaram a substituição destes por outros.

Os referidos projectos estão inscritos no OGE 2020 no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), que começa com a sua execução física o próximo ano.

O governador de Cabinda, Marcos Alexandre Nhunga, ao intervir no encontro, confirmou a conclusão dos referidos projectos, admitindo a substituição destes por outros no OGE 2020, que pode ir a votação final no dia 12 deste mês, Dezembro.

A despesa por programa para a província de Cabinda está na ordem dos 46 mil milhões, 882 milhões, 889 mil e 055 kwanzas.

angola24horas, via outras agências 

Um comentário sobre “MPLA “GOVERNO ANGOLANO” INSERE NO OGE DE 2020, 15 PROJETOS JÁ EXECUTADOS EM CABINDA

  1. Nós os Cabindas temos que saber que o objectivo do MPLA em Cabinda é de roubar, Matar e destruir…
    Portanto não podemos esperar nada de bom nada de bom vindo do governo Angolano( MPLA), por isso Cabinda não tem pontes, não tem estradas mas sim caminhos, obras todas paralisadas( Aeroporto, que eu acho que tinha que deixar embora o largo que andava lá onde muitos de nós fazíamos exercícios físicos, que actualmente já não temos onde fazer porque não temos largos, nem parques, Porto de águas profundas do caio, Campus universitário, Hospital Regional, a sede das secretarias ao lado do governo provincial, e desvios das obras já aprovadas no parlamento para as outras províncias tais como Vale do Yabi, Marginal de Cabinda, Refinaria de Petróleo, fábrica de Óleo de palma, ECT.
    Assim mesmo querem que tenhamos orgulho de ser Angolanos?
    By: Saimon Clever

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.