MIC “ESTADO ANGOLANO É CONDUZIDO POR TERRORISTAS E ASSASSINOS”

Acusações que constam num comunicado que Mbembu Buala Press (A Voz de Cabinda) teve acesso do Movimento Independentista de Cabinda – MIC onde condena veemente, o “massacre de cidadãos angolanos na província da Lunda-Norte, pelos órgãos de defesa e de segurança daquele Estado invasor” de Cabinda. 

No aludido comunicado, o MIC apela as organizações defensoras dos direitos humanos em Angola a condenarem tal acto e bem como “as constantes práticas violentas perpetradas pelo Governo Angolano, tanto no seu próprio território como na sua colónia de Cabinda.”

A direção do MIC “reafirma em tom vigoroso que continuará a levar a cabo as suas acções reivindicativas enquadradas nas já anunciadas Megas Manifestações Pacíficas contra a Colonização Angolana e a Favor do Diálogo a volta do Referendo Pela Autodeterminação de Cabinda”, lê-se ainda no comunicado assinado aos 09.02.21 pelo Eng. Carlos Manuel Cumba Vemba, presidente do Movimento Independentista de Cabinda.

MIC – Movimento Independentista de Cabinda, luta de forma pacífica pela Autodeterminação do Território de Cabinda que foi anexado de forma atabalhoada à República de Angola em 1975. 

Magaliza Zola 

#Mbembubualapress

#Cabindanovaerajá!

#EstratégiassecretasCabinda

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.