MARCHA PARA O FIM DA GUERRA EM CABINDA

Que se realiza neste 14 de Agosto em Luanda pelos activistas de Cabinda que apelam a solidariedade dos citadinos da capital angolana e não só a se fazerem presentes no evento.

Que terá a concentração pelas 11h00 no cemitério da Santana até o largo Primeiro de Maio, como assinalam os promotores da manifestação no comunicado que a Mbembu Buala Press (Voz de Cabinda) teve acesso.

Os activistas pretendem marchar em prol do ‟diálogo para a Paz em Cabinda, exigindo o fim da guerra e a resolução definitiva do (Conflito do Problema de Cabinda), com um diálogo sério e inclusivoˮ.

BREVE ANÁLISE SOBRE AS MANIFESTAÇÕES DE CABINDA

Os únicos eventos autorizados sobre Cabinda quer no território e em Angola são os dos Cabindas afectos ao regime do MPLA fora do qual são brutalmente reprimidos pelas forças de defesa e segurança do governo angolano.

Como se pode constatar com as repressões das manifestações pacíficas promovidas pelas organizações independentistas de Cabinda, movimentos cívicos e pela Associação para o Desenvolvimento da Cultura dos Direitos Humanos “ADCDH” de 2019, 28 de Novembro e 12 de Dezembro de 2020, 01 de Fevereiro e 29 Maio de 2021 (que pretendia contestar a neo-colonização angolana no Território de Cabinda), só para citar. Que culminam quase sempre com detenções ou rapto dos promotores e participantes.

BREVE ANÁLISE SOBRE O CONFLITO DO PROBLEMA DE CABINDA

Infelizmente o governo angolano sempre recusou resolver o conflito do problema de Cabinda à luz da verdade e da justiça, optando sempre por estratégias que não passam de manobras de diversão tal como em 2006 com o memorando, em 2019 com a concertação de Acra com o ACC que contou com (a interferência dos Serviços de Inteligência Externa de Angola – SIE, instrumentalizando a OAD, a tal dita, mas falsa ajuda internacional mobilizada), denunciada e muito bem pelo Padre Tati https://avozguerra-de-guerrilha-de-cabinda/.

O objectivo do MPLA e do governo angolano foi sempre o de extinguir os movimentos que defendem e lutam para que as verdadeiras aspirações do povo de Cabinda se tornem realidade por isso insiste na preparação de um falso Diálogo promovido por Cabindas cobardes disfarçados em mediadores que mais são agentes da secreta angolana e do MPLA (José Sumbo e Belchior Lanzi Tati) que nos querem agora forçar a integrar numa nova-inter-cabindesa/ para ludibriar Cabindas desatentos e para o inglês ver.

E o mais agravante em tudo isso é que até alguns jovens que do dia para noite criaram movimentos fantoches ditos independentistas de Cabinda por causa da gula do dinheiro abraçaram essa nova armadilha do governo angolano (Jovens muita atenção, observem com delicadeza como Augusto da Silva Tomás que tanto defendeu o MPLA está hoje a ser tratado e tantos outros dissidentes da revolução).

Que não se envaideçam pois, a eventual criação de uma plataforma negocial com a dita inter-cabindesa 21 que por sinal forçará o capitular destes indivíduos e grupos será o culminar da luta das Verdadeiras Aspirações do Povo de Cabinda. Ledo engano!

Contudo, saudar aqui os promotores pela visão e coragem uma vez que em Angola se pode manifestar e em Cabinda é estritamente proibido. Que denunciem todas as acções do MPLA e do seu governo que há muito têm estado a bloquear a resolução do conflito do problema de Cabinda.

Finalmente, fica um alerta a ADCDH, a Omunga, a Amnistia Internacional, a Human Right Watch e demais organizações de defesa dos direitos humanos sobre a manifestação em questão caso aconteça algo contra a integridade física dos promotores que o governo angolano seja responsabilizado.

Baveka Mayala

© 2021 MBEMBU BUALA PRESS-VOZ DE CABINDA, PELA VERDADE E JUSTIÇA – CABINDA – ACIMA DE TUDO E DE TODOS

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.