ANTÓNIO BENTO BEMBE É UM DOS MAIORES TRAIDORES DA REVOLUÇÃO CABINDESA” FRANCISCO LUBOTA


Na penúltima etapa da “Grande Entrevista” com João Francisco Lubota, concedida à MBEMBU BUALA PRESS (A Voz de Cabinda), o antigo membro da Comissão Política Permanente da Flec Fac de Nzita Tiago e ex-jornalista da TPA em Cabinda analisou os contornos do memorando de entendimento assinado em 2006 em Angola que considerou ter sido uma farsa e um “processo negativo” no seu todo. 

Fonte:avozdecabindambembubuala.com

Data: 13.08.20

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO PARA PAZ E RECONCILIAÇÃO EM CABINDA (2006)

Para Lubota é um processo negativo que não trouxe nada de relevante no melhoramento da vida das populações de Cabinda “foi uma farsa” que pecou nos moldes do processo de negociação e bem como na sua implementação. 

Francisco Lubota, reiterou as suas acusações ao “MPLA que nunca demonstrou vontade política para que se encontre uma solução pacífica para o Problema de Cabinda, sempre que se tentasse sabotava na última da hora”, cintando os acontecimentos que antecederam a assinatura do memorando em 2006. “O Bento Bembe, depois de ter iniciado o processo foi retirado, sequestrado para a embaixada angolana e ficou a negociar como refém” sob olhar impávido da comunidade internacional, mas que não teve pernas para andar, pois dure o tempo que durar a verdade sempre prevalece.

“Bento Bembe é um criminoso, actualmente é o homem mais criminoso da revolução Cabindesa e bem como um dos maiores traidores”, considerou Francisco Lubota. 

EXTINÇÃO DA FLEC FAC

O “MPLA sempre lutou para extinção da Flec” que é reconhecida internacionalmente na luta pela à Autodeterminação do povo de Cabinda, com as suas forças armadas as FAC. Questionado sobre a possibilidade da extinção da FLEC, Lubota garantiu-nos que é difícil, mesmo que o MPLA manipular os Cabindas “não vai conseguir extinguir a Flec, a Flec é o povo de Cabinda (…) e os Cabindas vão resistir até a última gota de sangue” tendo assinalado ainda que “pátria ou morte, os Cabindas vencerão”. 

SOLUÇÕES PARA A RESOLUÇÃO DO PROBLEMA DE CABINDA 

Partindo do princípio da transparência “o MPLA terá que ser aberto” para se poder encontrar uma solução para Cabinda fora do qual o MPLA poderá ser envergonhado em Cabinda, avisou Lubota que ressaltou a irmandade entre os dois povos (Cabindenses e angolanos), “nós não lutamos contra os angolanos, nós lutamos contra o governo autocrático de Luanda que oprime o povo de Cabinda”.

Apesar de ser um exímio defensor da Independência Total de Cabinda, Francisco Lubota não descarta a ideia de concertações para a resolução do problema de Cabinda, mas com arbitragem da comunidade internacional, “tudo é possível numa mesa de negociações”, acresceu. 

Contudo, Bavonda Kwau, defende que não existem diferendos entre os Cabindas. 

O vídeo da penúltima etapa está aqui: https://youtu.be/zHn1x_8bjL0

Não deixe de acompanhar também as outras etapas da “Grande Entrevista” com João Francisco Lubota aqui: 

cabinda-devera-se-tornar-independente-bem-ou-mal

Nosso Canal do Youtube part1: https://youtu.be/gmiOt4aT6Sc

as-forcas-armadas-angolanas-devem-ser-reprimidas-em-cabinda-francisco-lubota-bavonda-kwau/

Nosso Canal do Youtube part2:https://youtu.be/C373UT6klKc

o-objectivo-unico-do-mpla-era-matar-emmanuel-adebayor-no-ataque-a-selecao-do-togo-em-2010-francisco-lubota/

Nosso Canal do Youtube parte3 :https://youtu.be/gk44M9FpXV4

e-inutil-a-realizacao-de-eleicoes-autarquicas-em-cabinda/

Nosso Canal do Youtube parte4: https://youtu.be/yz7QdDvmfNw

Texto de José Manuel Kabangu 

COPYRIGHT © 2020.MBEMBU BUALA PRESS (A VOZ DE CABINDA).TODOS DIREITOS RESERVADOS

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.