MBEMBU BUALA

  • MENSAGEM DE FRANCISCO LUBOTA AOS LIDERES DA FLEC
    Apesar de ter apelado a reconciliação e unidade no seio da Flec, Lubota alertou ainda que esta união não será possível com os irmãos de Cabinda que contribuíram para o massacre e desaparecimento físico de outros Cabindas. Mas, não obstante a isso Lubota reitera que essa reconciliação e união passa pela realização do Congresso da
  • A FACÇÃO DE EMANUEL NZITA E COMPANHIA NÃO PASSAM DE FLECS DAS REDES SOCIAIS
    Segundo considera José Manuel Vaz, membro da Frente de Libertação do Enclave de Cabinda, Forças Armadas Cabindesas – FLEC FAC presidida por Alexandre Tati Builo. ‟Falando de facções e forças armadas no terreno, a única coisa que vocês devem fazer é questionar a todos esses elementos que reivindicam e que dizem que são presidentes, falou
  • ESCLARECIMENTOS DA FLEC FAC SOBRE OS ATAQUES DE JANEIRO EM CABINDA
    Desde os acontecimentos dos dias 06 e 10 de Janeiro do corrente ano que nas redes sociais não se fala de um outro assunto nas lides dos Cabindas, ‟a ser verdadeˮ tal como descrevem os internautas esses acontecimentos são um tremendo pesadelo para aquele que é considerado um dos melhores ‟Exército de Áfricaˮ (verdade ou
  • URGE A NECESSIDADE DA REALIZAÇÃO DO CONGRESSO DA FLEC ‟Francisco Lubotaˮ
    A posição é de João Francisco Lubota (BAVONDA KWAU), membro sénior da FLEC e jornalista de Cabinda. Que defende serem ilegais os actuais presidentes autoproclamados da Flec nas mais diversas facções. ‟Hoje em dia ninguém pode reivindicar de forma ilegal (….) a presidência da Flec, portanto pedimos a realização de um congresso para se poder
  • MENSAGEM DO PRESIDENTE DA FLEC FAC AO POVO DE CABINDA
    MENSAGEM DE FIM DE ANO DE 2021 DE SUA EXCELÊNCIA ALEXANDRE TATI BUILO PRESIDENTE DA FRENTE DE LIBERTAÇÃO DO ENCLAVE DE CABINDA FORÇAS ARMADAS CABINDESAS FLEC FAC MENSAGEM DA FLEC FAC AO POVO DE CABINDA NA OCASIÃO DE AVALIAÇÃO DO FIM DE ANO 2021 Caríssimo povo de Cabinda, Caros Compatriotas e militantes, Permitam-me começar por
  • SETE ORGANIZAÇÕES POLITICAS DE CABINDA ATACAM A CHEVRON
    Através de uma ‟petição de protestoˮ que é contra a renovação dos direitos de exploração do Bloco 0 em Cabinda, por mais 20 anos, isto até 2050 pela petrolífera norte-americana, contrato este celebrado a 5 de Dezembro do corrente ano, em Houston, Estados Unidos de América, com o governo angolano. As organizações políticas, a Frente
  • REVELADA REDE DE CORRUPÇÃO DE JOÃO LOURENÇO
    Violações da Lei US FCPA Um bom exemplo da maneira como a rede de João Lourenço funciona foi revelada no acordo de confissão arquivado pelo Eastern District of New York na questão do Odebrecht SA. De acordo com o relatório do acordo de confissão, os beneficiários de muitos dos subornos e comissões ilegais pagos pela
  • POLÍCIA ANGOLANA (PNA) IMPEDIU A MANIFESTAÇÃO EM CABINDA E DETEVE MAIS DE 100 ATIVISTAS
    Cabinda marcada por uma onda de detenções por ocasião dos 73 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos A Polícia Nacional Angolana (PNA) impediu a manifestação programada para este sábado, 11 de dezembro de 2021, às 13 horas, em Cabinda; e deteve mais de 100 ativistas dos direitos humanos e outros membros da sociedade civil,
  • MARCOS NHUNGA QUER INVIABILIZAR MANIFESTAÇÃO EM CABINDA
    Após terem sido convocados ontem pela polícia local, os organizadores da manifestação do dia 11 de Dezembro que será já amanha sábado. Foram informados pelas autoridades locais representados pelo comandante municipal da polícia que o governo local decidiu proibir qualquer acto de massas para o dia 11 de Dezembro nas artérias de Cabinda, com argumentos
  • BIDEN SOB “FOGO” POR CONVIDAR JOÃO LOURENÇO
    Uma corrente de académicos internacionais usou a rede social (twitter), esta semana, para lançar fortes criticas ao Presidente dos EUA, Joe Biden, por ter incluído o nome de Angola na lista dos 110 países que vão participar na cimeira virtual sobre democracia que acontece de 9 a 10 de dezembro. No ponto de vista destes
  • ARROGÂNCIA DO REGIME ANGOLANO PREVALECE EM CABINDA
    Prisão de activistas reforça ideia de que Cabinda vive uma ditadura. “Quem pensa, quem fala e quem age diferente é castigado”. A prisão de dois activistas políticos do MIC (Movimento Independentista de Cabinda) estão em face de acusações absurdas “de Prática de crime de Organização Criminosa, Organização Terroristas, Rebelião, Perturbação do Funcionamento dos Órgãos de
  • CHUVAS CONTINUAM A MATAR EM CABINDA
    Em consequência das fortes quedas pluviométricas que se abateram sobre o município sede, Cabinda, no período matinal desta quarta-feira, primeiro dia do mês de Dezembro do ano em curso, causou a morte de dois menores, de 2 e 12 anos de idades, ambos naturais de Cabinda, vítimas de afogamento por arrastão das correntezas das águas
  • DIA 11 DE DEZEMBRO MANIFESTAÇÃO EM CABINDA
    O evento já foi comunicado as autoridades locais, onde os Activistas Defensores dos Direitos Humanos e Membros da Sociedade Civil promotores da iniciativa reiteram em comunicado tornado público que em virtude da comemoração do dia 10 de Dezembro, dia mundial dos Direitos Humanos, ‟constituída pela Organização das Nações Unidas em 1948 e ratificado pela República
  • LUBOTA APELA GUERRILHEIROS À SABOTAREM EXPLORAÇÃO DE OURO EM CABINDA
    POVO DE CABINDA CONTINUA À ESPERA DE ACÇÕES CLARAS DA FLEC FAC SOBRE EXPLORAÇÃO DE OURO EM CABINDA As revelações são de João Francisco Lubota (BAVONDAKWAU), membro sénior da FLEC e jornalista de Cabinda. Que diante do clamor da população contatou um dos membros da Flec Fac, Jean Claude Nzita que garantiu não existir exploração
  • VIVEMOS UM AMBIENTE DE TERROR NO DIA 11 DE NOVEMBRO DE 2021 EM CABINDA
    Engenheiro Carlos Vemba presidente do MIC teve um entorse no pé direito, José Pedro Diogo “Dito” ficou lesionado no braço esquerdo, “José Francisco Issambo, Garcias Mbembe, Natalício Cuti foram brutalmente espancados” MIC (Movimento Independentista de Cabinda) desafiaram o governo colonial angolano e tentaram sair à rua para Manifestar contra as detenções arbitrárias perseguições políticas, prisões
  • FRANCISCO LUBOTA QUESTIONA CESSAR FOGO EM CABINDA
    Esta é mais uma das muitas revelações feitas por João Francisco Lubota (BAVONDAKWAU) em exclusivo à MBEMBU BUALA PRESS (Voz de Cabinda), o antigo membro da Comissão Política Permanente da Flec Fac de Nzita Henriques Tiago e ex-jornalista da TPA em Cabinda. Fonte:avozdecabindambembubuala.com Data: 13.11.2021 Lubota deixou claro nos seus questionamentos que existe falta de
  • ATIVISTAS DETIDOS NO DIA 11 JÁ EM LIBERDADE
    Os ativistas detidos ontem foram postos em liberdade esta manhã, às 11:00 horas. A informação foi avançada por uma fonte do MIC – Movimento Independentista de Cabinda. Após a onda de detenções em várias artérias da cidade de Cabinda, os ativistas foram conduzidos às celas dos Serviços de Investigação Criminal de Cabinda, onde serão mantidos
  • POLÍCIA ANGOLANA IMPEDE MAIS UMA MANIFESTAÇÃO EM CABINDA
    A Polícia Nacional Angolana (PNA) impediu e deteve mais de 7 ativistas de Cabinda, que tentaram realizar uma manifestação contra as Detenções Arbitrárias e a Favor da Realização do Referendo de Autodeterminação sobre Cabinda. De entre os detidos, figuram Carlos Manuel Cumba Vemba, Presidente do MIC – Movimento Independentista de Cabinda (na foto). Esta manhã,
  • EMMANUEL NZITA INTERPELA ANTÓNIO GUTERRES
    Interpelação que teve lugar através de uma carta recentemente endereçada à Guterres, onde Nzita Emmanuel em nome da Frente de Libertação do Estado de Cabinda e as Forças Armadas Cabindesas-FLEC-FAC analisa a problemática do problema do conflito de Cabinda e bem como pressiona o secretário geral da ONU a encontrar vias de resolução do diferendo